Changes

Um fato mais que óbvio é que a mudança, em nossas vidas, não ocorre somente uma vez como acontece nos filmes de Hollywood. Você possui uma vida B e depois de um acontecimento, alcançado com um devido esforço dramático, sua vida passa a ser A. Não! Não funciona assim quando nós nos referimos à realidade. Caso haja um acontecimento, como mudança de vida financeira, acredite, não será a Pièce de Résistance.

Nós somos “fabricados” com uma série de erros e, ao longo do tempo, outros são desenvolvidos sobre a influência do meio. A correção destes erros varia de pessoa para pessoa. A fórmula pronta que tanto almejamos para a correção destes erros não existe. Mesmo que você venha se converter a uma religião que mude o seu caráter verá que não é “da água para o vinho” de imediato. Uns nunca serão capazes de pelo menos começar a combater estas falhas impregnadas na personalidade, pois rejeitam qualquer possibilidade de reconhecê-las e o orgulho, que os tornam “fortes”, os impedem de se colocarem no lugar das pessoas mais próximas.

Por outro lado, a vida, esta grande parede branca à frente, ensina muitos de nós a buscar a correção destas falhas que se manifestam em nossas personalidades, mas o que torna difícil esta busca é o fato de que a solução vem a nós em rápidos lampejos, quando não devemos pagar um preço alto. A constante observação, que deve ser feita com um olhar semelhante ao de uma ave de rapina, é fundamental para que possamos capitar pequenas parcelas destes lampejos quase espectrais. Observação e reflexão constantes são as únicas armas capazes de destruir os erros solidificados após as orgulhosas vendas que são nos impostas em plena euforia juvenil.

Após o reconhecimento do que aconteceu e o que possa ocorrer devido a estas deficiências de personalidade sobrevém um dos momentos mais dolorosos que a natureza humana pode experimentar. Somos impactados por uma impetuosa onda de arrependimentos, e atormentados pela ideia de que não somos capazes de fazer nada para que a dor amenize instantaneamente. Após este triste momento, realizado na penumbra, temos um contato direto com o que vem a ser as primeiras noções de como o amor funciona.

Neste plano, pouco análogo à Hollywood, esta nova visão é de suma importância, pois ela nos  auxiliará nas próximas vezes em que, por descuido, a observação não puder captar o crescimento de uma erva daninha no jardim da consciência. Quem dera pudéssemos nós transmitir este conhecimento empírico aos mais novos, ou a uma boa parte deles, pois muitos vêm com a percepção e humildade na composição de suas índoles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s